História

Resultado do trabalho e perseverança de um pequeno grupo de jovens idealistas, que formavam o movimento Pró-Construção da Casa da Estudante Universitária de Curitiba liderado por Amélia Moro, Diretora do Departamento Feminino do DANC, e as estudantes Maria Falce de Macedo, Dalila de Castro Lacerda, Ivone Portela Natal e auxiliada pela União Paranaense de Estudantes, surgiu a casa. Fundada em 21 de Agosto de 1954 com sede a princípio na Rua José Loureiro, a casa comportava 28 moradoras.

A necessidade de atender um número maior de jovens vindas de outras cidades despertou nas estudantes o interesse pela transferência para um edifício ainda maior. Assim a CEUC foi transferida para a Rua Mariano Torres, onde poderia comportar 50 jovens.

Na década de 60, com o planejamento de construção do Prédio da Reitoria da Universidade Federal do Paraná, foi incluído pelo Reitor na planta de construção o edifício da Casa da Estudante, concretizando o ideal iniciado na década de 50. Assim, com a continuidade do trabalho das pioneiras, finalmente a Casa foi instalada na Rua General Carneiro, que a princípio comportava 130 moradoras, sendo esta inaugurada como a maior casa do gênero da América do Sul.

Naquela época o ambiente era de uma eterna batalha para que a casa continuasse a crescer e nunca desaparecer. Até o presente momento esta batalha foi vitoriosa, ao nível de não desativação da casa, restando apenas a necessidade de preservação e valorização deste patrimônio público.